A linguagem dirigida à criança em uma sala da Educação Infantil bilíngue inglês-português

Ananda Brasolotto De Santis, Alessandra Del Ré

Resumo


Devido a um complexo panorama que envolve questões socioeconômicas e político-linguísticas, o Brasil apresenta, hoje, uma diversidade de contextos escolares envolvendo o bilinguismo, que carecem de estudos que nos ajudem a melhor compreender os processos de aquisição de linguagem das crianças que os frequentam. Diante disso, esta pesquisa traz uma reflexão sobre a linguagem do educador dirigida à criança (LDC), em uma sala da Educação Infantil de uma escola particular bilíngue português-inglês do estado de São Paulo, e as implicações dessa linguagem para as crianças. Para isso, foram realizadas análises de 11 sessões de vídeos de cerca de 40 minutos, coletados durante um ano nessa escola, focalizando a interação dos educadores e das observadoras-pesquisadoras com três crianças (A., F. e L., entre 2 e 3 anos de idade), em uma sala de aula. Foram observadas características da LDC familiar que se repetem na escola, o que não significa que as crianças adquiram linguagem da mesma forma nesses dois ambientes distintos.


Palavras-chave


bilinguismo; aquisição de linguagem; linguagem dirigida à criança; educação bilíngue

Texto completo:

PDF

Referências


AIMARD, P. O Surgimento da Linguagem na Criança. Porto Alegre: Artmed, 1998.

BAKER, C. Foundations of Bilingual Education and Bilingualism. Clevedon, England: Multilingual Matters, 2001.

BAKHTIN, M., VOLOCHINOV, V. Marxismo e Filosofia da Linguagem. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 1988.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BIJELJAC-BABIC, R. L’enfant bilíngue: de la petite enfance à l’école. Paris: Odile Jacob, 2017.

CAVALCANTE, M. C. B. O estatuto do manhês na aquisição da linguagem. DLCV, João Pessoa, v. 1, n. 1, p. 147-156, out. 2003.

CAVALCANTE, M. C. B. Contribuições dos estudos gestuais para as pesquisas em aquisição de linguagem. Revista Linguagem & Ensino, Pelotas, v. 21, n. 1, p. 5-35, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/rle/article/download/15199/9377. Acesso em: 05 out. 2018.

CAVALCANTI, M. C. Estudos sobre educação bilíngüe e escolarização em contextos de minorias lingüisticas no Brasil. DELTA, São Paulo, v. 15, n. esp., p. 385-417, 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-44501999000300015&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 12 mar. 2017.

CHOMSKY, N. Aspects of the Theory of Syntax. Cambridge, MA: MIT Press, 1965.

DE HOUWER, A. The acquisition of two languages from birth: A case study. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

DEL RÉ, A.; DE PAULA, L.; MENDONÇA, M. C. (org.). A linguagem da criança: um olhar bakhtiniano. São Paulo: Contexto, 2014a.

DEL RÉ, A.; DE PAULA, L.; MENDONÇA, M. C. (org.). Explorando o discurso da criança. São Paulo: Contexto, 2014b.

DEL RÉ, A.; DE SANTIS, A. Algumas reflexões sobre a constituição do discurso humorístico infantil: o caso de uma criança bilíngue franco-brasileira. In: BARBOSA, M. V.; MORAES, C. F.; VIDAL, M. E. B. Teorias de Linguagem: Pesquisa e Ensino. São Paulo: Mercado das Letras, 2017.

DEL RÉ, A.; HILÁRIO, R. N., MOGNO, A. S. Programa CLAN da base CHILDES: normas de transcrição (CHAT) e comandos básicos. In: FERREIRA-GONÇALVES, G.; BRUM-DE-PAULA, M. R.; KESKE-SOARES, M. (org.). Estudos em Aquisição Fonológica. v. 4. Pelotas: Gráfica e Editora Universitária-UFPel, 2012. p. 11-30.

DEL RÉ, A.; HILÁRIO, R. N.; VIEIRA, A. J. Subjetividade, individualidade e singularidade na criança: um sujeito que se constitui socialmente. Bakhtiniana, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 57-74, jul./dez. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/bak/v7n2/05.pdf. Acesso em: 10 out. 2014.

FONSECA, P. N.; SALOMÃO, N. M. R. Análise comparativa das falas maternas e paternas dirigidas às crianças. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 15, n. 1, p. 79-91, 2005.

GONÇALVES, L. S. Aquisição/aprendizagem de inglês em uma escola bilíngue do Estado de São Paulo: o caso de três crianças brasileiras em uma sala da educação infantil. 2017. Graduação (Relatório de Iniciação Científica) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara, 2017.

GROSJEAN, F. Life with Two Languages: An Introduction to Bilingualism. Cambridge, Mass: Harvard University Press, 1982.

HARMERS, J.; BLANC, M. Bilinguality and Bilingualism. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

HERNAIZ, I. Educação na Diversidade. Experiências e Desafios da Educação Intercultural Bilíngue. v. 28. Coleção Educação para todos. Brasília: Ministério da Educação, 2007.

KENDON, A. The study of gesture: Some observations on its history. Recherches Sémiotiques/Semiotic Inquiry, v. 2, n. 1, p. 45-62, 1982.

MACWHINNEY, B. The CHILDES Project: tools for analyzing talk. The database. 3. ed. v. 2. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum Associates, 2000.

MARCELINO, M. Bilinguismo no Brasil: significados e perspectivas. Revista Intercâmbio, São Paulo: LAEL/PUC-SP, v. XIX, p. 1-22, 2009.

MATTOS, T. Escolas bilíngues atraem novo perfil de aluno. Estadão. Caderno de Educação, 2013. Disponível em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,escolas-bilingues-atraem-novo-perfil-de-aluno,1075469. Acesso em: 30 ago. 2015.

MCNEILL, D. So you think gestures are nonverbal? Psychological Review, v. 92, n. 3, p. 350-371, 1985.

MEGALE, A. H. Bilinguismo e educação bilíngue – discutindo conceitos. Revista virtual de Estudos da Linguagem – ReVEL, ano 3, n. 5, p. 1-13, 2005. Disponível em: http://www.revel.inf.br/files/artigos/revel_5_bilinguismo_e_educacao_bilingue.pdf. Acesso em: 12 fev. 2017.

MEGALE, A. H. Duas línguas, duas culturas? A construção da identidade cultural de indivíduos bilíngues. Revista Veredas – Atemática, Juiz de Fora, v. 1, p. 90-102, 2009. Disponível em: http://www.ufjf.br/revistaveredas/files/2009/12/artigo062.pdf. Acesso em: 28 out. 2013.

PERRI, M. A alfabetização em escolas bilíngues: possibilidades e consequências. Pedagogia ao Pé da Letra. Educação. 2013 [não paginado]. Disponível em: http://pedagogiaaopedaletra.com/a-alfabetizacao-em-escolas-b.... Acesso em: 30 ago. 2015.

PIMENTEL, C. J.; TAMI, J. A chegada dos imigrantes. Revista Educação (on-line), 2015. Disponível em: http://revistaeducacao.uol.com.br/formacao-docente/174/a-ch. Acesso em: 03 jun. 2015.

SNOW, C.; FERGUSON, C. (org.). Talking to children: Language, input and acquisition. Cambridge: Cambridge University Press, 1977.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v48i3.2351

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)