Contribuições e necessidades da formação docente propiciada pelo Programa Bolsa Alfabetização: resultados da experiência realizada em uma Universidade municipal paulista

Maria de Fátima Ramos de Andrade, Ana Sílvia Moço Aparício

Resumo


O presente texto tem como objetivo principal evidenciar e discutir alguns aspectos do processo de formação docente de alunos de Pedagogia participantes do Programa Bolsa Alfabetização, implantado pelo governo do estado de São Paulo desde 2007. Os resultados das análises apontam que a formação dos alunos pesquisadores, em relação à formação dos alunos que realizaram seus estágios de maneira convencional, difere, essencialmente, na construção pelos alunos da relação teoria e prática e da identidade docente. Nesse sentido, a formação propiciada pelo Programa é, de fato, mais produtiva, na medida em que possibilita a familiarização do futuro professor com o processo de ensino e aprendizagem na alfabetização nas diferentes situações didáticas que emergem nesse contexto.


Palavras-chave


formação docente; Programa Bolsa Alfabetização; estágio convencional

Texto completo:

PDF

Referências


BARRICELLI. E. A reconfiguração pelos professores da proposta curricular de educação infantil. 2007. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.

BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, textos e discursos. Por um interacionismo sociodiscursivo. São Paulo: Educ, 1999.

BRONCKART, J. P. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Campinas: Mercado de Letras, 2008.

BRONCKART, J. P.; MACHADO, A. R. Procedimentos de análise de textos sobre o trabalho educacional. In: MACHADO, A. R. (Org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004.

DOLZ, J.; GAGNON, R.; DECÂNDIO, F. R. Uma disciplina emergente: a didática das línguas. In: NASCIMENTO, E. L. (Org.). Gêneros textuais: da didática das línguas aos objetos de ensino. São Carlos: Claraluz, 2009.

FERREIRO, E.; TEBEROSKY, A. A psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artmed, 1985.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. de S. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009. Disponível em: . Acesso em: 04 mar. 2011.

LERNER. D. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002.

LOUSADA, E. G.; TARDELLI, L. S.; MAZZILLO, T. O trabalho do professor: revelações possíveis pela análise do agir representado nos textos. In: GUIMARÃES, A. M.; MACHADO, A. R.; COUTINHO, A. (Org.). O interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2008.

MACHADO, A. R. Por uma concepção ampliada do trabalho do professor. In: GUIMARÃES, A. M.; MACHADO, A. R.; COUTINHO, A. (Org.). O interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2008.

MAZZILLO, T. M. de M. O trabalho do professor em língua estrangeira representado e avaliado em diários de aprendizagem. 2006. Tese. (Doutorado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2006.

PIMENTA, Selma G.; LIMA, Maria Socorro L. O estágio na formação de professores: unidade teoria e prática? São Paulo: Cortez, 2008.

SÃO PAULO (Estado). Decreto n. 51.627, de 1 de março de 2007. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2011.

SCHNEUWLY, B. Les outils de l’enseignant: un essai didactique. Repères, n. 22, p. 19-38, 2000.

SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. São Paulo: Mercado das Letras, 2004.

SIGNORINI, I. O papel do relato no contexto de formação da alfabetizadora: percurso feito, percurso por fazer. In: KLEIMAN, A. B.; SIGNORINI, I. (Org.). O ensino e a formação do professor: alfabetização de jovens e adultos. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SIGNORINI, I. O gênero “relato reflexivo” produzido por professores da escola pública em formação continuada. In: SIGNORINI, I. (Org.). Gêneros catalisadores, letramento e formação do professor. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

ZEICHNER, K. M.; DINIZ-PEREIRA, J. E. Pesquisa dos educadores e formação docente voltada para a transformação social. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 35, n. 125, p. 63-80, maio/ago. 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)